terça-feira, 2 de junho de 2015

Os homens são melhores empreendedores do que as mulheres?

18:00

  • SIGA

  • PARTILHE |

Os homens são melhores empreendedores do que as mulheres?

Os homens são realmente melhores em empreendedorismo do que as mulheres? As pessoas geralmente acreditam que a resposta a esta pergunta é "sim", mas será? Isso é o que três estudos académicos feitos por diferentes autores mostraram.



A percepção de que os homens são melhores empreendedores do que as mulheres pode explicar as teimosas disparidades de género no empreendedorismo que não mostram sinais de diminuir, e que tem implicações importantes para os esforços dos decisores políticos.

No primeiro estudo, da Universidade da Califórnia, a socióloga Sarah Thébaud realizaram três experiências randomizadas (duas nos EUA e uma no Reino Unido) do efeito do género sobre as percepções de competência empresarial e qualidade de novas ideias de risco.

Aos alunos foi solicitado que avaliassem a competência dos empresários e a qualidade das idéias a partir de descrições de novos empreendimentos.

Um nome masculino ou feminino foi designado para descrições idênticas. Em ambas as experiências dos EUA e do Reino Unido, e para empreendimentos mundanos e inovadores, os juízes avaliaram como melhores as ideias de negócio e a competências de empreendedores masculinos.

No segundo estudo, pesquisadores da Universidade de Harvard, da Universidade da Pensilvânia, e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, realizaram duas experiências. Na primeira, 521 adultos assistiram a dois vídeos sobre um concurso de planos de negócio, em que os pesquisadores designaram aleatoriamente vozes masculinas ou femininas à narração.

Na segunda, 194 participantes assistiram a um único vídeo em que o género do empresário era aleatório. Em ambas as experiências, os juízes foram significativamente mais propensos a investir nos empreendimentos dos homens.

No terceiro estudo, pesquisadores da Universidade Case Western Reserve e da Universidade de Tecnologia de Eindhoven designaram aleatoriamente nomes masculinos ou femininos e imagens para a divulgação de invenção e descrições de inventores e pediram a 239 oficiais de licenciamento de tecnologia em universidades norte-americanas para avaliar o grau com que eles iriam tentar dissuadir o inventor a iniciar uma empresa para explorar a invenção.

De forma um tanto ou quanto surpreendente, os pesquisadores descobriram que os oficiais de licenças de tecnologia eram significativamente mais propensos a dissuadir o inventor em iniciar uma empresa se o inventor fosse uma mulher, em vez de um homem. [Entrepreneur]

0 comentários:

Enviar um comentário

 

© 2013 DailyNegócios - Notícias sobre negócios e empreendedorismo. All rights resevered. Designed by Templateism

Back To Top