terça-feira, 20 de janeiro de 2015

9 dicas para aumentar a sua capacidade de comunicação

15:49

  • SIGA

  • PARTILHE |

9 dicas para aumentar a sua capacidade de comunicação

As capacidades de comunicação são essenciais para um bom empresário. Conheça 9 dicas para aumentar a sua capacidade de comunicação.


É impossível para uma pessoa dominar todas as áreas. Há pessoas boas em matemática, outros são apaixonados por história da arte ou até química orgânica.


Da mesma forma, na hora da comunicação, há quem se dê melhor com a escrita e há quem faz mais sucesso na hora do discurso falado.

Ainda que não se possa ter excelência em todas as áreas, é possível melhorar aquela com a qual você tem mais dificuldade. Se você é o tipo de pessoa que acha que ainda precisa aprimorar sua comunicação oral, confira as dicas a seguir.


Essas dicas foram publicadas na revista Time, e têm por base o livro "Words That Work: It’s Not What You Say, It’s What People Hear", escrito por Frank Luntz, responsável por treinar o discurso de importantes líderes políticos e empresários de todo o mundo.

1. Simplicidade: use palavras fáceis


Não é preciso ser especialista no assunto para entender que as pessoas preferem conversar com quem fala diretamente e de maneira simples – ou você gosta realmente de ouvir o discurso de uma pessoa com vocabulário rebuscado?

Até tem quem prefira uma linguagem mais trabalhada, mas, se você quer ter um bom discurso, deixe a complicação de lado e evite fazer com que seu interlocutor sinta a necessidade de procurar um dicionário para entender o que você quer dizer.

Discursos cheios de palavras difíceis não apenas são irritantes como podem passar a mensagem equivocada – imagina só que chato você decorando novos verbetes e as pessoas entenderem sua mensagem de forma errada...

2. Seja breve: use frases curtas


Nada de se prolongar na hora de defender uma ideia. Quanto mais curta for sua sentença, melhor ela será interpretada. Luntz explica que sentenças curtas funcionam como slogans: as mensagens são passadas de maneira rápida, eficiente e sem complicações.

3. Fale com credibilidade


Você votaria em um candidato que não aparenta saber do que está falando? Se sim, está na hora de repensar suas estratégias de voto. A verdade é que, antes de falar sobre um assunto, o ideal é estudar a respeito dele.

A lógica para isso é bastante simples, mas acaba sendo esquecida na maioria das vezes: como uma pessoa pode ter uma opinião sobre um tópico que não domina?

Por exemplo: o que você acha sobre os animais que possuem cheiro doce? Se você nunca ouviu falar a respeito desses bichos na vida, não tem como opinar sobre o assunto. Simples. Além do mais, as pessoas costumam reparar quando você está enrolando – aí fica feio.

4. Apresente alguma novidade


Ainda que você não esteja divulgando uma coisa inédita propriamente dita, há sempre como escolher as palavras de maneira que a mensagem pareça novidade. Quando se deparam com um fato diferente, as pessoas costumam prestar mais atenção.

5. Repare também na maneira como diz as coisas


O autor nos aconselha a reparar com a mesma intensidade naquilo que dizemos e na forma como dizemos. Nesse sentido, procure manter uma entonação forte sem parecer grosseiro. Além disso, palavras que começam com a mesma letra, com o mesmo som ou com a mesma sequência silábica são mais bem gravadas na memória do interlocutor, sabia?

6. Humanize o seu discurso


Você já reparou que algumas campanhas de marketing ou comerciais publicitários acabam fazendo muito sucesso por serem emocionantes? A humanização de uma história consegue fazer com que o interlocutor se identifique com o discurso.

Tente emocionar e comover quem escuta o que você fala – é claro, se isso for pertinente. É bom tomar cuidado para não exagerar e acabar passando a ideia de falsa emoção.

7. Utilize componentes visuais


Dê exemplos de modo que seu interlocutor não apenas escute o que você fala, mas consiga visualizar e quase sentir o que você está falando. Na hora de apresentar um projeto, vender um produto ou conversar com seu chefe sobre questões de trabalho, faça com a que a pessoa que escuta você visualize o assunto.

8. Faça uma pergunta


Às vezes é melhor você fazer uma pergunta do que dar a resposta. Em vez de afirmar logo de cara que seu TCC é um trabalho acadêmico sobre a linguagem humorística da televisão brasileira, por exemplo, pergunte à banca com o que uma análise dessas poderia contribuir. Essa dúvida, ainda que proposital, faz com que as atenções se voltem a você.

9. Contextualize e explique a relevância


Não adianta sair por aí expondo seus projetos se você não souber explicar por que eles são importantes e como seriam úteis. Digamos que alguém invente uma água de cor branca: você escutaria a explicação, mas talvez acabasse se perguntando “mas por que inventaram isso?"

Se a ideia é que seu discurso seja perfeito, melhor não fazer com que a pessoa que o escuta faça esse tipo de pergunta. Na dúvida, já explique por que sua pesquisa é importante, conte como seu projeto pode melhorar seu ambiente de trabalho.

Isso mostra que você vê a questão como um todo. Não adianta pensar em inventar um trambolho completamente diferente de tudo o que existe se, no final das contas, ele não servir para nada. Isso vale para tudo: de geringonças a ideias. [Megacurioso]

0 comentários:

Enviar um comentário

 

© 2013 DailyNegócios - Notícias sobre negócios e empreendedorismo. All rights resevered. Designed by Templateism

Back To Top