terça-feira, 23 de setembro de 2014

Ir a pé ou de bicicleta para o trabalho deixa-o mais feliz

11:50

  • SIGA

  • PARTILHE |

Ir a pé ou de bicicleta para o trabalho deixa-o mais feliz
Ir a pé ou de bicicleta para o trabalho não faz apenas bem ao seu corpo, também pode melhorar a sua saúde psicológica, sugere um novo estudo.

No estudo, os pesquisadores analisaram informações de quase 18 mil pessoas na Inglaterra que responderam a perguntas sobre o seu bem-estar e se experienciavam sentimentos de inutilidade, infelicidade ou noites sem dormir nas últimas semanas.

Com base nessas respostas, os pesquisadores deram a cada participante uma pontuação de bem-estar. Os participantes responderam à pesquisa por pelo menos três anos consecutivos, entre 1991 e 2009.

As pessoas que caminhavam ou pedalavam até ao trabalho tiveram maior pontuação de bem-estar do que aqueles que andavam de carro. Em particular, as pessoas que dirigiam tinham 13% maior probabilidade de se sentir constantemente sob tensão e incapazes de se concentrar.

As descobertas mantiveram-se mesmo depois de se considerarem fatores que afetam o bem-estar, como a renda familiar, a saúde global e se os participantes tinham filhos. Além disso, as pessoas que deixaram o carro para irem a pé ou de bicicleta também mostraram uma melhoria do bem-estar.

"Estes resultados parecem sugerir que evitar a condução de carro pode ser benéfica para o bem-estar", escreveram os pesquisadores na revista científica Preventive Medicine Questions. Os resultados estão de acordo com pesquisas anteriores que associaram o exercício a melhorias no humor.

Os benefícios potenciais de ir a pé ou de bicicleta para o trabalho devem ser considerados quando se avalia o custo-benefício dos projetos citadinos buscando promover deslocamentos "ativos" (como programas de city bike), disseram os pesquisadores.

Surpreendentemente, o estudo também descobriu que as pessoas que usavam transportes públicos também apresentaram um melhor bem-estar do que aqueles que dirigiam para o trabalho. 

Os novos resultados contradizem um estudo recente no Reino Unido que descobriu que as pessoas que caminhavam para o trabalho tinham uma satisfação de vida mais baixa, e aqueles que pedalavam estavam mais ansiosos, do que os que dirigiam.

No entanto, o estudo anterior olhou para os passageiros num único ponto no tempo, um projeto de estudo menos rigoroso do que o do novo estudo, que acompanhou as pessoas para a frente no tempo. Além disso, o novo estudo foi capaz de olhar para as mudanças de humor que ocorreram entre as pessoas que deixaram de conduzir para passar a ir a pé ou de bicicleta.

Não está claro se os resultados se aplicam a outros países, onde deslocamentos ativos e transporte público são menos comuns e onde pode ser mais difícil ir a pé ou de bicicleta para o trabalho, disseram os pesquisadores. [Livescience]

0 comentários:

Enviar um comentário

 

© 2013 DailyNegócios - Notícias sobre negócios e empreendedorismo. All rights resevered. Designed by Templateism

Back To Top