terça-feira, 29 de julho de 2014

Como auto-publicar um livro

17:05

  • SIGA

  • PARTILHE |

Como auto-publicar um livro
Há vinte anos atrás, se você fosse um novo autor interessado em ter o seu livro publicado, você tinha de andar de volta das editoras e esperar que alguém, eventualmente, não o rejeitasse.

Mas hoje em dia você pode optar por auto-publicar. Veja como pode fazer isso.

A ascensão de tablets e o lançamento de plataformas de auto-publicação tornou possível a qualquer um lançar o seu próprio livro para o mundo, sem passar pelos processos tradicionais e caros.

No entanto, ainda há algumas armadilhas a considerar com a auto-publicação. Se você tem uma obra de ficção, uma biografia, uma obra de não-ficção ou um livro para crianças, estas dicas irão ajudá-lo a navegar no admirável mundo novo da auto-publicação.

Comece a escrever


Antes de mais, você não precisa de ter um certificado em escrita criativa, ou qualquer outra "qualificação" para auto-publicar. Tudo o que você precisa é de uma paixão pela escrita, a capacidade de produzir algo que outras pessoas queiram ler e a sua ferramenta de escrita preferida.

Assim que o seu manuscrito esteja pronto, use um serviço de auto-publicação para colocar o seu livro na frente dos leitores. Aprenda com o seu feedback para fazer um título ainda melhor no futuro.

Você tem um editor? Embora não seja necessário para a auto-publicação, os editores podem ajudar a tornar a sua história ainda melhor, a fortalecer enredos e personagens, a resolver inconsistências pontuais e geralmente tornam o seu livro mais interessante e acessível, seja ficção ou não.

Mesmo se você não tiver um editor profissional, uma segunda opinião sempre ajuda. E você pode querer perguntar a alguém que você sabe que não vai apenas dar-lhe o elogio educado. Também deve ter alguém para revisar o seu livro antes de o enviar.

Encontre o distribuidor certo


Não use qualquer serviço de publicação de livros, que exija uma taxa à frente e/ou um corte excessivo de receitas de vendas. A maior plataforma de auto-publicação ebook é o programa da Amazon, Kindle Direct Publishing (KDP).

Se você enviar o seu manuscrito para o KDP, ele aparecerá à venda no Amazon.com, onde os leitores podem fazer o download para os seus Kindles. O KDP é livre para usar e os autores KDP mantêm até 70% da receita com a venda dos seus livros.

Serviços de auto-publicação semelhantes são oferecidos pela Barnes & Noble (Nook Press), Apple (iTunes Connect) e outros, mas a Amazon é uma das plataformas mais amplamente disponíveis e é fácil de usar.

Se você quiser ver o seu livro impresso, CreateSpace (de propriedade da Amazon) tem um serviço de grande impressão por pedido. CreateSpace usa os seus arquivos de conteúdo (capa e interior) e só imprime livros que são encomendados através da Amazon e outros canais.

Você nunca precisa se preocupar com stock ou encomendar grandes tiragens para abastecer o depósito. CreateSpace cobra uma taxa de impressão por cada livro, além do corte usado por cada canal (por exemplo, 40% para a Amazon) e você fica com o resto.

Formate o texto e envie-o para a sua plataforma de escolha


O mínimo necessário para auto-publicar o seu livro no Kindle e outras plataformas de e-books é um manuscrito em Microsoft Word. No entanto, os serviços de impressão por pedido geralmente querem um PDF formatado de acordo com as suas especificações.

Você também precisa fornecer algumas informações simples (chamadas de metadados) sobre o seu livro. Os metadados incluem o título e o subtítulo, nome do autor e biografia, a descrição do livro, as categorias e as palavras-chave.

Preencher isso direito vai influenciar a forma como o seu livro aparece nos resultados de pesquisa na Amazon e noutros mercados. Uma descrição bem escrita e honesto vai ajudar a converter mais navegadores em compradores (e esperemos que, fiéis leitores)!

Se os requisitos de formatação, dos portais de auto-publicação, ou de outros aspectos tecnológicos associados à auto-publicação parecerem demasiado assustadores, você pode usar serviços como o Smashwords para agilizar o processo.

Smashwords usa o seu manuscrito e metadados, e converte-o num ebook, distribuindo-o para várias plataformas de auto-publicação por uma pequena percentagem das vendas. Muitos novos autores acham que Smashwords poupa um monte de tempo e aborrecimentos.

Coloque o livro na frente de leitores


Se você quer vender mais livros, arranja uma boa capa feita por um designer experiente! Isso faz o seu livro parecer profissional e ajuda-o a destacar-se em mercados lotados de livros online. O marketing é fundamental para chamar a atenção, mas concentrar-se nas atividades que geram os melhores resultados, seja de vendas ou de engajamento com clientes.

Experimente, aprenda com os seus leitores e converse com outros autores sobre o que funciona melhor, mas não perca tempo em atividades que geram resultados mínimos. Comentários de leitores, blogueiros e críticos profissionais podem ser cruciais.

Embora possa ser tentador pedir a todos os seus amigos para espalhar comentários cinco estrelas, os melhores comentários são reações sinceras feitas por leitores reais. Se você já se correspondeu com alguém que gostava do seu livro, pergunte se não se importaria de escrever um comentário.

O que é um ISBN e porque eu preciso de um?


Você não precisa comprar um registo ISBN (International Standard Book Number). Esses registos contêm autor, editor, tamanho, formato, informações relacionadas com o tema, preços e outros dados necessários para os varejistas, bibliotecas e sistemas de distribuição de livros.

Se você quiser publicar uma edição impressa do seu livro, você eventualmente tem que ter um ISBN atribuído ao título, mas isso custa dinheiro.

Felizmente, você não tem que ter um ISBN para ebooks publicados através do Amazon KDP. Se você quiser usar o CreateSpace para a publicação de um livro impresso, o CreateSpace fornecerá um ISBN de graça.

Buscar outras oportunidades para promoção


Você não precisa de um agente se você fizer a promoção você mesmo. Se você tem um blog, então você já é um escritor com uma plataforma. Obviamente, você deve promover os seus livros para o seu público.

Alguns blogueiros têm mesmo postado capítulos de amostra nos seus blogs, antes de publicar, a fim de obter feedback dos leitores. Outra via para o apoio da comunidade e feedback são comunidades de escrita on-line, do género Kboards.

Seja realista, o seu livro não será o próximo 50 Shades of Grey. Sucessos de auto-publicação convenceram milhares de novos autores de que também vão ficar ricos com o seu primeiro manuscrito. Isso não vai acontecer.

O mercado de livros tornou-se muito mais lotado, e, geralmente, leva anos de trabalho duro (e vários títulos convincentes) para se destacar. Não deixe que este último ponto sobre auto-publicação o derrube.

Se você é apaixonado pela escrita, a auto-publicação é uma oportunidade de praticar o seu ofício e publicar seu trabalho. Para muitos novos autores, é uma sensação gratificante de se conectar com os leitores e ganhar um pouco de dinheiro. [Lifehacker]

0 comentários:

Enviar um comentário

 

© 2013 DailyNegócios - Notícias sobre negócios e empreendedorismo. All rights resevered. Designed by Templateism

Back To Top